Concurso Cordel de Segurança

CONCURSO CORDEL DE SEGURANÇA

Preste muita atenção
Nesse alerta que eu vou dá
Vou fazer em forma de rima
Pra você poder gravar

Essa tal de internet
Todo mundo tá usando
Facilita nossa vida
Gente se conectando

Mas cuidado, meu senhor
Para não ser enganado
Porque tem muita gente má
Dando golpes adoidado

Não saia compartilhando
Senhas e dados pessoais
Se proteja, minha senhora
Em suas redes sociais

Ela é boa, muito útil
Essa tal de tecnologia
Seja esperto, fique atento
Use com sabedoria!

Vou saindo de fininho
Deixo aqui esse final
Preze pela sua segurança
No ambiente digital

Concurso cultural do cordel
A Vida Nem Sempre Tem Só Coisas Boa Pra Viver Nossa História Vai Além de Um Amor E Um sofre Vá Sem Medo De Chorar E Se A Lágrima Rolar Só Vai Te Fortalecer :heart:

Segurança digital

O mundo evoluiu e muita gente não percebeu

Pagamos contas de água ou luz através da internet

Mais se bobear e não proteger seus dados

O malandro, o esperto, vão te fazer de chiclete

Crie só senha difícil, misture letras e números

O malandrão, o assaltante está de plantão na sua net.

A prevenção tem que ser praticada

Use seus dados móveis ou seu wifi privado

De manhã, de tarde ou de noite

Tem bandido, tem azarão na rede por todo lado

Não mostre a sua senha e nunca compartilhe

Seja esperto e inteligente dificulte para o malvado.

Os idosos e as crianças também usam a internet

Cuide deles, ensinando a prevenção

Senha de email, número de documentos

Os dados bancários inclusive número de cartão

Não devem ser divulgados, nem compartilhado

Porque podem ser hackeados por um malandrão

Fique ligado fique e atento, use antivírus

O mundo é digital precisamos de proteção

As esquecemos e salvamos nossas senhas

No app do smartphone entregando ouro pro azarão

Mude seus costumes, proteja seu patrimônio

Pois se vacilar é prejuízo de montão.

Cordel do SMS sem cabimento

Um SMS eu acabei de receber
E disse logo pronto, Bora ver o que vai ser!
Mas logo percebi, que era uma mensagem maliciosa
Veio me oferecendo coisa, sem nem um dedo de prosa!

Coisa ruim, sem cabimento
Nem me conhece e já quer ver meus documentos
Pois tome aqui, tá bloqueado!
Agora me deixa viver aqui sossegado.

Pois cartão de confiança, eu já tenho o meu.
Se você não tem, vai lá no pag e faz o seu.

Segurança em versos

Com essa tal de internet,
Temos que ter cuidado.
Com mensagem duvidosa,
Ou convite inesperado,
Pois tem muito vigarista,
Tentando cegar sua vista
E te deixar todo lascado.

Sempre desconfie,
Se aparecer promoção,
Se for dinheiro demais,
Oferecido em sua mão.
Pode ser uma cilada,
Para te deixar sem nada
Devendo e sem nenhum tostão.