Seu CPF está negativado? Vem comigo que te ajudo a resolver!

Oi, gente! Tudo bem por aqui?

Hoje, a gente vai falar sobre um assunto MUITO importante e que, infelizmente, nem todo mundo está muito por dentro.

Sabe aquela conhecida expressão “nome sujo”, que perturba muita gente? Então, ela é o tema do nosso papo. Vou explicar tudinho sobre isso e dar várias dicas pra ajudar você a resolver essa questão o mais rápido possível. Bora lá?

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), em junho de 2020, a proporção de famílias endividadas chegou a 67,1%. E aí, quando as dívidas fogem do controle, muitas pessoas acabam tendo sérias dores de cabeça. Por isso, é muito importante que as dívidas não se transformem em uma verdadeira bola de neve.

  • Pra começar, você sabe o que é estar com o CPF negativado?

Basicamente, essa expressão significa que alguém pegou um crédito, comprou um produto ou serviço e não pagou. Daí, por causa disso, o nome da pessoa acaba indo parar nos serviços de proteção ao crédito, como, por exemplo, a Serasa, o SPC Brasil e o Boa Vista SCPC.

Então, quando isso acontece, a pessoa está com o nome negativado, inadimplente ou apontada nos serviços de proteção ao crédito.

  • E como é que o CPF fica negativado?

Geralmente, um CPF ou CNPJ fica negativado no mercado quando uma conta ou obrigação financeira não é quitada em sua data de vencimento. Quando uma empresa não recebe o pagamento de um cliente, ela informa a um ou mais órgãos de proteção ao crédito sobre a dívida.

Podem ser contas de água, luz, aluguel ou do cartão de crédito, por exemplo.

Enquanto a pessoa não paga devidamente a dívida, o nome do devedor continua inscrito nos órgãos de proteção ao crédito. E esta informação fica disponível para consulta no mercado. Ou seja, quando você está inadimplente, outras pessoas ou empresas podem consultar suas informações no SPC ou Serasa e identificar as suas dívidas que estão em aberto.

  • Como saber se o meu nome está negativado?

São muitas as possibilidades de consultar on-line e saber se o nome está negativo. O melhor de tudo é que dá pra checar de forma gratuita, você só precisa realizar um cadastro rápido pra acessar a situação do CPF.

Dá só uma olhada em algumas opções disponíveis pra saber se o seu nome está negativado.

Serasa

A Serasa possui uma plataforma em que o consumidor pode consultar gratuitamente a situação do seu nome. Além disso, também é possível verificar a pontuação do seu score.

Pra quem está por fora do assunto, eu explico. O score é uma pontuação que vai de 0 a 1000 e pode indicar se alguém é bom ou mau pagador.

E é bem simples pra fazer o cadastro na Serasa: basta usar o seu e-mail. Depois disso, você vai ter acesso a um painel com várias informações.

Aí, depois que fizer o cadastro, você vai conseguir acessar o site ou aplicativo da Serasa. Se o seu nome não constar como inadimplente, você essa imagem na tela:

Isso indica que o seu nome está limpo e não há nenhuma dívida em seu nome, além de mostrar a pontuação do seu score.

Boa Vista SCPC

Você também pode realizar a consulta na plataforma Boa Vista. Pra ter acesso às informações, basta realizar um simples cadastro, bem parecido com o da Serasa. Veja a imagem abaixo:

Depois que cadastrar e acessar, você também vai ter acesso ao score e a alguns outros dados ligados ao seu CPF.

E você também consegue ver todas essas informações diretamente nos aplicativos de cada uma dessas empresas. É só procurar por elas na Play Store ou Apple Store e fazer o download.

  • Por que devo manter o meu nome limpo?

Existem muitos motivos pra você limpar o seu nome e ficar livre das dívidas. Aqui estão alguns dos problemas que você pode ter por estar com o nome negativado.

Dificuldade nas análises de crédito

Com o nome negativado, pode ser difícil ter uma análise de crédito aprovada, seja pra alugar um imóvel, financiar um carro, contratar um serviço de cartão de crédito ou até mesmo comprar no crediário.

Problemas com serviços bancários

O banco pode impedir a abertura de novas contas correntes, bloquear seu cheque especial e negar novos cartões de crédito. Ele só não pode cancelar serviços já contratados.

Dificuldades de contratação de emprego

Mesmo que a prática possa parecer contraditória, algumas empresas consultam os CPFs dos candidatos a vagas e evitam contratar pessoas inadimplentes.

Exclusão de concursos públicos

Assim como nas empresas privadas, alguns concursos públicos, em especial aqueles para órgãos financeiros, pedem que o candidato tenha o nome limpo.

  • E agora, como faço pra limpar o meu nome?

Eu sei que parece um bicho de sete cabeças, mas essa última parte não é tão complicada. Vem comigo que eu mostro como resolver isso em 4 passos.

1° - consulte o seu CPF

Você se lembra da Serasa e do Boa Vista SPCP que eu falei ali em cima? Então, entre primeiro em uma dessas plataformas pra descobrir quais são suas as dívidas negativadas, qual é o valor de cada uma delas e pra qual empresa você precisa pagar.

2° - negocie a sua dívida

Depois, busque o seu credor ou as empresas que negociam dívidas pra conseguir acordos com descontos e condições vantajosas pra você conseguir quitar a dívida e limpar o seu nome.

3° - faça um planejamento financeiro

Organizar todos os seus ganhos e gastos é essencial pra que a sua vida financeira continue bem, principalmente enquanto estiver pagando as suas dívidas. Entender o seu orçamento e se desfazer de gastos desnecessários vai ajudar você a ter mais controle com o dinheiro e, assim, não correr o risco de se endividar novamente.

Ah, mesmo depois de limpar o seu nome, não se desfaça do seu planejamento, tá? Se ainda estiver com alguma dúvida, dá só uma olhada neste conteúdo que criamos sobre planilha de orçamentos: https://comunidade.willbank.com.br/t/planilha-simples-para-controle-de-orcamento/17821

4° - cumpra o combinado

Depois de fechar o acordo pra quitar as dívidas, não se esqueça de cumprir tudo direitinho, tá? Se você se esquecer de pagar alguma parcela ou até mesmo atrasar o pagamento, corre o risco de o seu nome ser inserido novamente nos serviços de proteção ao crédito.

Aí, depois que a pessoa pagar o que combinou no acordo ou, se parcelou a dívida, fizer o primeiro pagamento da parcela, o prazo que a empresa credora tem pra tirar o nome do banco de dados da Serasa é de até 5 dias úteis. Além disso, a empresa também precisa entregar ao cliente um recibo ou comprovante de que a dívida está quitada. O prazo começa a contar a partir do pagamento da dívida.

Mas se o prazo já acabou e a pessoa ainda estiver com alguma restrição no nome, é só entrar em contato com a empresa pra explicar o que aconteceu e pedir baixa da lista de inadimplência.

E agora que tudo está bem explicadinho, quero ver todo mundo quitando as dívidas, hein! E se você tem mais alguma dúvida ou deseja compartilhar outras coisas legais com a gente, é só deixar aqui nos comentários, tá? :blue_heart:

1 curtida